Sindicato Rural de manifesta indignação pelo cancelamento de audiência da CPI da Funai e do Incra

Representantes da diretoria do Sindicato Rural de Passo Fundo, acompanhados de produtores rurais da cidade e região, estiveram em Porto Alegre na segunda-feira (23) para participar da audiência pública da CPI da Funai e do Incra, no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa do Estado. “Agradecemos aos representantes de associações e demais sindicatos que atenderam ao nosso chamado e aos mais de 100 agricultores que deixaram seus afazeres e dispuseram do seu tempo para ir à audiência, com a certeza de que, com a presença de deputados estaduais e federais, teríamos uma audiência produtiva”, disse o presidente do Sindicato Rural de Passo Fundo, Jair Dutra Rodrigues.

Após confusão feita por indígenas e quilombolas, que subiram no palco onde estavam as autoridades, a audiência precisou ser cancelada, sem possibilidade de negociação para que acontecesse em outro local. “Tivemos nossas expectativas frustradas pela ignorância de anarquistas, massa de manobra, que se diziam representantes indígenas e quilombolas, cuja grande maioria tem como profissão a baderna. Estas pessoas impediram a realização da audiência, proferindo insultos, xingamentos e muita provocação aos agricultores, que mantiveram postura e educação. Infelizmente, por falta de organização tanto da Assembleia Legislativa quanto dos deputados federais e pela falta de segurança, a audiência precisou ser cancelada”, afirmou o presidente.

A realização da audiência em Porto Alegre foi proposta pelo deputado federal gaúcho, Luis Carlos Heinze (PP). A Comissão Parlamentar de Inquérito visa investigar a atuação da Fundação Nacional do Índio e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária na demarcação de terras.

indios